Theatro Municipal do Rio de Janeiro tem novo diretor artístico: o tenor Eric Herrero

 

Foto - Acervo pessoal.

Conhecido como grande intérprete de mais de quarenta personagens em sua carreira, o cantor lírico foi eleito para assumir a direção artística de um dos teatros mais importantes do país. Ele entra na vaga deixada pelo maestro norte-americano Ira Levin. Reconhecido no meio cultural, Herrero faz parte do Conselho Estadual de Politicas Culturais e, recentemente, recebeu o título de Cidadão Honorário do Município do Rio de Janeiro.

“É com enorme alegria que recebemos o tenor Eric Herrero para a Direção Artística do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Estamos empenhados na construção da programação cultural do TMRJ para 2022 e com certeza a ajuda do Eric será essencial, com toda sua bagagem de anos de carreira” - destaca Clara Paulino, Presidente da Fundação Teatro Municipal.

“Estou profundamente feliz e honrado com este grande desafio que se apresenta a mim! Conhecendo as complexidades e dificuldades inerentes à função, tenho fé de que, através da construção coletiva e horizontal, alicerçada na escuta e no diálogo com os artistas e funcionários da casa, pessoas com as quais convivo há mais de uma década, poderemos construir um belo capítulo em nossa história, assessorado por uma equipe de primeira, lado a lado da Presidência da Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro e também amparado por uma gestão comprometida com a cultura em nosso estado. É hora de arregaçar as mangas e trabalhar incessantemente, pelo bem do nosso amado e importantíssimo Theatro Municipal do Rio de Janeiro! Este e, apenas este, deve ser nosso objetivo!

Agradeço a Deus pela oportunidade, o apoio de minha família e amigos, a confiança dos artistas e funcionários da casa, da Presidente Clara Paulino e da Secretária de Estado da Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros! Viva o Theatro Municipal do Rio de Janeiro!” - ressalta o novo Diretor Artístico do TMRJ.

 

Eric Herrero assume a direção artística e junto com ele os assessores especiais Eduardo Pereira (esq) e Marcos Menescal (dir).

Por: Clilton Paz.

Fonte: Cláudia Tisato.

Comentários

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem