UM HINO À UNIÃO E À SOLIDARIEDADE NAS COMUNIDADES

Videoclipe registra em imagens espontâneas feitas na Zona Leste de São Paulo a parceria entre as pessoas das comunidades para superar as dificuldades do dia a dia



“Da nossa gente eu não sei o que será se um dia acabar essa união”- Jotapê Samba

“Orquestra do Morro” é a faixa que dá nome ao 1º EP do cantor e compositor Jotapê Samba. E para divulgá-la, foi criado um videoclipe que mostra de forma primorosa o espírito de união existente nas comunidades situadas nas grandes cidades brasileiras para superar as suas dificuldades.

Desde que compôs esta canção com o parceiro Daviola, o artista tinha consciência da força da mensagem contida nela. E coube a uma equipe com aproximadamente 40 pessoas, com produção artística e executiva a cargo de Diego Martinez e Marina Thomaz, a tarefa de traduzir os seus versos em videoclipe. Marina explica:

“Ficamos encantados quando o Jotapê Samba nos mostrou essa música, e logo surgiu a ideia de mostrar esse clima de união no clipe. Então, procuramos uma comunidade para ser a locação, com a ajuda do Guma Sena ( produtor e diretor do clipe)  encontramos a da Vila Flávia, situada no bairro de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, onde tivemos o apoio do Negotinho (líder do movimento na comunidade), que se mostrou perfeita para isso”

O local onde foi registrada a maior parte do clipe tem o nome de Favela Galeria, e é situado onde antes existia apenas esgoto a céu aberto, triste cenário que foi revertido graças à movimentação das pessoas que participam do espaço comunitário São Mateus em Movimento, e com grafites assinados pelo conhecido grafiteiro Val, que tem fama internacional.

As filmagens demoraram em torno de 3 horas e envolveram por volta de 40 figurantes moradores da comunidade,  e também músicos de orquestra, que vieram vestidos a rigor.

“A ideia era mostrar a abrangência da música, que tem desde instrumentos da musica erudita como violinos e cello até pratos e garfos, incluindo cavaquinho, violão etc”, diz Jotapê.

As tomadas foram feitas de forma espontânea, como forma de captar o espírito da comunidade da Vila Flávia, e contou com o total apoio dos moradores, que curtiram muito a música de Jotapê Samba. Vem coisa boa do artista por lá.

“O legal é que esse clima descontraído ajuda a ressaltar o tema da música, que é essa ajuda mútua, de como as pessoas se unem para realizar seus projetos, mesmo sem o apoio das autoridades e dos políticos”, explica o cantor.

“Orquestra do Morro” também conta com um coral inspirado nos cantos de origem africana dos escravos no Brasil, que ao serem libertos em 1888 tiveram de se abrigar em morros para dar sequência às suas vidas, dando origem às favelas e às comunidades existentes até os dias atuais.

Esta canção tem potencial para se tornar um verdadeiro hino das comunidades pelo Brasil afora, e Jotapê Samba pretende realizar ações que possam ajudar algumas delas, como arrecadação de alimentos e coisas similares, o que já teve início recentemente.

Outro fato muito legal a ser ressaltado no clipe é de como Jotapê Samba se mostra totalmente integrado às pessoas da comunidade no clipe. “Eu me senti totalmente à vontade durante o tempo em que gravamos, e tive a oportunidade de comer, conversar e trocar ideias com várias pessoas de lá”, finaliza o artista.


 

Post a Comment

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem