Um vilão cheiroso e gostoso

                                      

SAÚDE TOTAL

Conversas psicanalíticas com o Dr. Eduardo Baunilha

Um vilão cheiroso e gostoso

Você sabia que existem vilões cheirosos e gostosos? Um desses já conseguiu seduzir 80% da população mundial, e o nosso Estado do Espírito Santo é o segundo maior produtor do Brasil. Sabem de quem estou falando? É isso mesmo, do café.

Este acompanhante de todos os momentos, principalmente do desjejum já pela manhã da maioria das casas, pode potencializar transtornos mentais.

Esta constatação é tão preocupante que o DSM-5, o Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais, na seção Condições para estudos futuros, incluiu o transtorno por uso de cafeína entre os que merecem atenção nos próximos anos.

Uma atenção que deve preocupar, pois atinge nossas crianças e adolescentes, justamente aqueles que serão o futuro deste país.

Temos ciência que é durante o sono que o cérebro tornam as sinapses mais eficientes e mapeia novos caminhos para que as informações se tornem mais profícuas.

O que acontece é que quando mais cafeína tiver no organismo, afirmam alguns pesquisadores, pior será o ciclo de sono dos adolescentes, o que influenciará no seu desenvolvimento cerebral.

Sabendo que muitos transtornos mentais surgem na época da adolescência, entendemos que o uso da cafeína pode potencializar um aparecimento mais rápido destas parafilias.

Também já é sabido que o consumo exagerado de bebidas cafeinadas têm uma relação direta com a depressão, transtornos ansiosos e transtorno de personalidade antissocial.

E o que dizer dos energéticos, muito utilizados por todos, especialmente por adolescentes e jovens?

Segundo pesquisas de Kathleen Miller, da Universidade de Buffalo, as bebidas energéticas potencializam a tendência de assumir riscos, o que pode ser perigoso para adolescentes e jovens, principalmente quando estão em grupo.

A questão mais preocupante é que este público tem misturado o energético com bebidas alcoólicas, o que não é nada uma mistura muito saudável, e sobretudo perigosa.

Em um tempo tão conturbado quanto o que estamos vivendo, nada melhor que ficar alertas diante das informações que nos foram dadas para que não possamos entrar em tristes estatísticas futuras.

Lembre-se: cuidar da saúde não tem preço.

Um abraço fortíssimo para você!


4 Comentários

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

  1. Muito bom 👏🏻👏🏻👏🏻
    Excelente contribuição, bom estarmos em alerta!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa matéria , uma ótima alerta

    ResponderExcluir
  3. Que texto precioso! Maravilha!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem