EDITORIA LIVROS/CULTURA - Ponte de Versos de maio apresenta, em sua quarta edição, Claudia Roquette Pinto e Léo Ferreira no Prato Principal, no próximo dia 17 (terça), na Blooks Botafogo, exaltando a poética carioca

    EDITORIA LIVROS/CULTURA - Ponte de Versos de maio apresenta, em sua quarta edição, Claudia Roquette Pinto e Léo Ferreira no Prato Principal, no próximo dia 17 (terça), na Blooks Botafogo, exaltando a poética carioca



Ponte de Versos de maio apresenta Claudia Roquette Pinto e Léo Ferreira no Prato Principal, no próximo dia 17 (terça), na Blooks Botafogo

 

 

Quarta edição do evento literário tradicional carioca de poesia faz parte da comemoração dos 22 anos da Ibis Libris


Divulgação


Ponte de Versos realiza sua quarta edição no próximo dia 17 de maio, na Livraria Blooks Botafogo, com Claudia Roquette-Pinto e Léo Ferreira, que fazem parte do Prato Principal e, logo após, será aberta a Sobremesa, com a leitura de poemas de todos os presentes, encerrando com a Saideira, quando cada um lê mais um poema curto preferido, ou de sua autoria. Já estiveram na Ponte de Versos este ano, Lílian Maial, Ricardo Ruiz e Rosália Milsztajn, em fevereiro, Celi Luz e Karla Sabah, em março, e Alice Monteiro e Paulo Sabino, em abril. O evento é gratuito e aberto ao público.


Ibis Libris Editora realiza, mensalmente, a 'Ponte de Versos', evento literário tradicional carioca e que esse ano faz parte da comemoração de seus 22 anos. Ocorrendo quinzenalmente desde 1999, na antiga Livraria Ponte de Tábuas, no Jardim Botânico, passando pelo Barteliê, em Ipanema, e pela Livraria DaConde, no Leblon, juntando poetas novos e já consagrados, a "Ponte de Versos" sempre foi importante para a retomada da poética carioca.

A estrutura do evento é dividida em 'Prato Principal', onde os quatro poetas convidados leem por 10 minutos. Em seguida, é aberta a 'Sobremesa' ao público, em que cada pessoa pode recitar dois poemas e, por fim, a  'Saideira', com a leitura de mais um poema curto cada um. O objetivo é incentivar a produção e a divulgação da poesia brasileira.

'Ponte de Versos' acontece no próximo dia 17 (terça), das 18h às 21h, na Blooks Botafogo, Praia de Botafogo, 316 (Espaço Itaú de Cinema).  Livre para todas as idades e entrada franca. O uso de máscaras é indicado.

Traga seu poema para a Sobremesa e a Saideira!



Sobre Thereza Christina Rocque da Motta

Thereza Christina Rocque da Motta é poeta, editora e tradutora. Lançou “Joio & trigo”, seu primeiro livro de poemas, em 1982. Tem 25 livros publicados, entre eles, “Capitu” (2014) e o mais recente, um livro de contos, “Sheherazade: Novas histórias das 1001 noites e três já conhecidas”. É membro do Pen Clube do Brasil e da Academia Brasileira de Poesia. Fundou a Ibis Libris em 2000 e criou o selo Bisbilibisbalabás em 2002. Em 2021, criou o selo Maat para autoras femininas. Esse ano, a Ibis Libris comemora 22 anos que se completam em agosto. Coordena a 'Ponte de Versos' desde 2000.

Instagram: @tcrmotta / @ibislibris


Prato Principal


Claudia Roquette-Pinto é carioca nascida em 1963, poeta, colagista e tradutora literária, além de tradutora consecutiva de ensinamentos do Budismo Tibetano. Dirigiu, durante cinco anos, o jornal cultural “Verve”. Tem cinco livros de poesia publicados: “Os dias gagos” (Edição da autora, 1991);  “Saxifraga” (Salamandra, 1993);  “Zona de sombra” (7Letras, 1997); “Corola” (“Ateliê Editorial”, 2001, Prêmio Jabuti de Poesia, em 2002) e “Margem de manobra” (Aeroplano, 2005), além do infantil “Botoque e Jaguar” (Língua Geral, 2009). Em 2014, publicou “Entre lobo e cão” (Circuito), com colagens de sua autoria e trechos de um romance homônimo ainda não publicado. Seu novo livro de poesia, “Alma corsária”, tem lançamento previsto para junho deste ano.

 

Léo Ferreira é carioca nascido em 1959, compositor, violonista, cantor e poeta. Lançou, na década de 1980, “Canto de rua”, uma coletânea de novos poetas, pela José Olympio, sendo elogiado por Félix de Athayde, no antigo “Jornal do Brasil”. Publicou poemas na revista “Ímã”, ao lado de Caetano Veloso, Haroldo de Campos e Waly Salomão. Lançou o CD “Intransferível tigre”, misturando poesia e música, no CEP 20.000, com Chacal. Em 2007, lançou “Lavra engenho palavra”, com um CD de suas composições encartado e, em 2018, publicou “Inverso ao caos”, ambos pela Ibis Libris, ainda sem lançamento. Lançou o CD “Força e beleza”, com participação de Clara Sandroni e Nivaldo Ornellas. Suas composições incluem parcerias com Tavinho Paes, Chacal, Luis Capucho, Thereza Christina Rocque da Motta, entre outros poetas, elogiadas por Roberto Menescal, Antonio Cicero e Ian Guest.

 

Assessoria de Imprensa:

Paula Ramagem

Post a Comment

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem