Europa derrota a América e conquista o título da Lopes Cup, em Itu (SP)

    Europa derrota a América e conquista o título da Lopes Cup, em Itu (SP)


Espanhol Antomi Ramos definiu o título no terceiro jogo do dia

Foto: Equipe Europa com o troféu (Crédito: @Baskerp


Depois de abrir vantagem nos jogos de sábado, o Time Europa se sagrou campeão, neste domingo, da Lopes Cup, desafio entre Europa x América, competição inédita no Beach  Tennis que reuniu os melhores do mundo do masculino e feminino. O formato foi semelhante à Laver Cup do tênis e Ryder Cup, do golfe e realizado na Apollo Beach Tennis House, em Itu (SP). A premiação total foi de R$ 120 mil e o time europeu levou R$ 72 mil para casa, enquanto que o americano faturou R$ 48 mil.

A equipe europeia definiu o confronto no terceiro jogo do último dia de competições com bastante sol e calor . Michelle Cappelletti e Antomi Ramos, atual melhor dupla do mundo, derrotaram o venezuelano Ramon Guedez e o paulista João Wiesinger por 6/3 6/4 em jogo atrasado da sexta-feira por conta da chuva. Na sequência, Rafaella Miiller virou duelo contra Nicole Nobile marcando 8/6 no confronto de simples feminino. Ela esteve abaixo por 3 a 0.

O time América esteve muito perto de encostar no placar. O venezuenao Ramon Guedez teve dois match-points, mas sofreu a virada caindo diante do espanhol Antomi Ramos por 9/8 (7/3). Ramos destacou a força mental após o triunfo: "Era um ponto importante. Não estava muito bem, estava um pouco cansado, tinha pouca energia. Nosso jogo pela manhã não foi tão difícil, mas estavamos abaixo no placar no segundo set, sol muito forte. Não regulei direito a questão da alimentação, sem muita coisa no estômago, pouca energia. Fiz o que pude fazer, por momentos estava muito mal e outros melhor, mas Graças a Deus salvei os dois match-points e ganhar esse ponto decisivo para o título da nossa equipe", destacou o espanhol que se radicou em Campinas (SP) no final do ano passado.

Além de dar o ponto decisivo e outro importante no último dia, Ramos funcionou como uma espécie de auxiliar técnico do capitão Alessandro Calbucci orientando os atletas e o próprio italiano quando ele jogava: "Nos momentos que o Calbucci não estava no banco eu estava torcendo muito para a equipe, dando algumas dicas e agora no final eu precisava da equipe e o capitão Calbucci me deu um conselho muito bom e fez a diferença para virar o jogo", celebrou o atleta natural da Gran Canaria.

O confronto seguiu com mais um jogo de duplas mistas com vitória de Michelle Cappelletti e Veronica Casadei . Nas duplas masculinas, Alessandro Calbucci e o francês Theo Irigaray foram os vencedores e nas femininas Giulia Gasparri e Ninny Valentini encerraram a disputa com triunfo em jogo apertado contra Paty Diaz e Vitória Marchezini. O confronto terminou com o placar de 34 a 13 para os europeus.

Alessandro Calbucci, capitão italiano, celebrou a conquista e a realização do evento que é sua primeira conquista também como jogador em um evento da série Follow the Beach: "Precisa de um evento assim por equipes para vencer um Follow (risos). A equipe me carregou, perdi uma partida, ganhei outras duas, mas como time ganhamos, jogamos bem, demos uma prova de profissionalismo. Até o último dia parecia tudo fácil, mas teve um jogo que foi crucial que foi o match-point salvo na linha por Antomi Ramos em que o time América poderia vencer e pressionar nossa equipe. Ficamos com esse troféu até amanhã e depois deixaremos com o Antonio Lopes que guardou a taça do títlo do Brasil do primeiro Mundial e agora essa ficará com ele", disse o italiano radicado no Rio de Janeiro desde 2018. Ele comentou os elogios da primeira edição do evento: "Fiquei muito feliz em receber elogios sobre a competição, estamos plantando uma sementinha no Beach Tennis e posso dizer que aqui e em todos os lugares tivemos um antes Follow the Beach e depois Follow the Beach. Os atletas foram incríveis, a cidade foi incrível, o tempo nos ajudou, o pôr-do-sol me deixou apaixonado por Itu , agradecemos todo mundo. Tenho certeza que vai ser assim, vamos curtir, aproveitar essa noite e amanhã pensar em Copacabana, o maior evento do mundo"

Rafaella Miiller, radicada em Sorocaba, a melhor do mundo na atualidade e destaque do time América em todo final de semana, ressaltou a importância da nova competição para o Beach Tennis: "Foi um formato super bacana, super legal até porque pudemos compartilhar com outros atletas que não estamos acostumados e espero que pegue, uniu bastante a galera, os atletas. Espero que siga nos próximos anos".

Antonio Lopes, que dá nome ao torneio por toda sua ajuda ao time do Brasil e atletas do país, acompanhou os jogos no final de semana , comemorou a realização do evento e agradeceu a homenagem: "Estou muito emocionado com a homenagem, ter um torneio dessa magnitude com meu nome não tem preço. A organização foi espetacular, o lugar é lindo, muito acima da minha expectativa, gostei de ver a disputa Europa x América e os amadores se divertindo. Sem eles não existe o Beach Tennis. Estou muito feliz. Infelizmente alguns jogadores do Brasil não vieram, mas veio uma turma jovem chegando com tudo , essa garotada mostrou serviço e foi uma disputa boa". 

Resultados Domingo (10/04):

Giulia Gasparri/Ninny Valentini (Europa) 6/1 4/6 10/8 Paty Diaz/Vitória Marchezini (America)
Alessandro Calbucci/Theo Irigaray (Europa) 6/3 6/4 Daniel Mola/Leo Branco (América)
Veronica Casadei/Michelle Cappelletti (Europa) 8/1 João Wiesinger/Isadora Trusz (América)
Antomi Ramos (Europa) 9/8 (3) Ramon Guedez (América)
Rafaella Miiller (América) 8/6 Nicole Nobile (Europa)
Antomi Ramos/Michelle Cappelletti (Europa) 6/3 6/4 Ramon Guedez/João Wiesinger (América) - Jogo atrasado de sexta-feira

Torneio amador define campeões

Paralelo ao desafio Europa x América, a Lopes Cup recebeu um torneio amador com 800 atletas desde a última quinta-feira e todos os campeões foram definidos nas 12 quadras da Apollo Beach Tennis House.

Confira o Hall dos Campeões:

Masculina B
Otavio Cardoso/Pedro Passos

Feminina B
Daniella Faria/Mariana Venâncio


Masculina C
Haicen Takeda/Rodrigo Borges

Feminina C
Mariana Alcaide/Adriana Stanganelli

Masculina D
Leonardo Telles/Theo Dabdab

Feminina D
Lara Dabdab/Analu Martins

Pro/Am Feminina
Julianna Martins/Liliana Shibata


Feminina 40+
Priscila Prado/Cláudia Donegá

Feminina 50+
Maria Drewes/Manzione Manzione

Masculina 40+
Elimar Pereira/Guilherme Ziolkowski

Masculina 50+
Wagner Tander/Paulo Guarnieri

Mista B
Leonardo Ventre/Milena Barreto

Mista C
Andrea Faria/Sergio Faria

Mista D
Leonardo Bilazzi/Mariana Penariol

Mãe e Filha até 14 anos
Mariana Desio/Natalia Romano 

Pai e Filho até 14 anos
Diego Garcia/Rodrigo Garcia

Pai e Filho até 18 anos
João Camargo/Guilherme Camargo

Pai/Filha ou Mãe/Filho até 14 anos
Bruno Batista/Giovanna Batista

Pai/filha ou Mãe/Filho até 18 anos
Diogo Guarnieri/Luciana Tobias

A Lopes Cup teve o patrocínio da Bombril, Hiraço e com os apoios do Ibís Hoteis, BTG Pactual, STX Fitness, Beto Imóveis, Fernando Rodrigues Advogados Associados, Wise e Suprema.

Post a Comment

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem