50 anos de amor ao Rio, ao Samba e ao Carnaval

 

Publicação pioneira em dar protagonismo ao maior evento popular do país entra em nova fase.

 

Lene DeVictor, escolhida pelo saudoso Maurício Mattos, assume a missão de honrar e dar continuidade a seu legado.


 

Em grande estilo, a revista que se consolidou como uma ode ao Rio, ao Samba e ao Carnaval, chega ao seu cinquentenário. No Carnaval desse ano, será lançado o exemplar de número 50, ressaltando novo marco histórico da publicação, que será distribuída no Sambódromo, aeroportos, quiosques da RIOTUR e principais hotéis do Rio de Janeiro. A empreendedora Lene DeVictor é quem assume a direção da revista, tal qual desejava o Marquês da Sapucaí - Maurício Mattos.

Em 2022, na festa fora do feriado de Carnaval, a publicação inova em sua edição de luxo. Além da edição impressa e gratuita, distribuída nos dias dos desfiles de abril, leitores de outras localidades do país e exterior poderão ter acesso a todo o conteúdo por meio do aplicativo “Rio Samba e Carnaval”, disponível nas plataformas IOs e Android.

Para tornar o conteúdo acessível a todos, a revista disponibilizará a locução dos textos para deficientes visuais e cognitivos, por meio do app. Pioneira na crônica carnavalesca, a publicação traz na capa dessa edição comemorativa uma linda e emocionante homenagem, de sua derradeira musa, ao visionário e inesquecível Maurício Mattos.

Outro destaque é a história do Carnaval em dados reais, além da apresentação completa de cada uma das 12 escolas de samba que compõem o Grupo Especial. A edição, que conta com outras pautas, destaques e grandes artigos, tem ainda ilustrações assinadas por André Melo.

 

Novo marco.

 

A escolhida para dar continuidade a toda trajetória empreendedora e de exaltação da maior festa popular do país, iniciada por Mattos, foi a empreendedora Lene DeVictor. À frente de sua empresa DeVictor Produções Culturais, desde 2004, realizou projetos importantes no Brasil e no exterior, como a exposição de fotografias Everyday Life of Afrobrazilians, na ONU, e a inauguração da embaixada do Brasil na Nigéria, ambas de um dos maiores fotógrafos brasileiros, Januária Garcia. Projetos de literatura, música, teatro e dança, também integram seu portfólio construído em mais de 15 anos de atuação no segmento cultural.

 

A Revista.

 

Ao longo de 50 anos consecutivos, a Rio Samba e Carnaval criou tendências e moldou estilos para escrever e apresentar o desfile. Em suas páginas, sempre foi característico a presença de um grupo que representa o melhor da crônica carnavalesca. Por elas passaram Lan e Millôr Fernandes trazendo humor, crítica e estética. Os inesquecíveis Vinícius de Moraes e Ferreira Gullar já estiveram presentes em exemplares para poetizar as linhas que falavam sobre o Carnaval. Já Fernando Sabino trouxe ironia e sátira: típicos ingredientes da festa. Aldir Blanc e tantos outros nomes presentes só reforçam que, além da estética e plasticidade nas fotos escolhidas a dedo para compor cada edição, a reverência e exaltação da cultura foram itens marcantes para definir o estilo e conteúdo das publicações.

 

Por: Clilton Paz.

Fonte: Vitor Minateli.

Foto: Arquivo Rio Samba e Carnaval.

 

Post a Comment

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem