Cristina Jobim apresenta a exposição sensorial 'Amazônia', no Centro Cultural Correios RJ. com curadoria da Tartaglia Arte

 Cristina Jobim apresenta a exposição sensorial 'Amazônia', no Centro Cultural Correios RJ. com curadoria da Tartaglia Arte

 A viagem pela Floresta e os Corais da Amazônia busca a conscientização e preservação do bioma, através das pinturas, sons e cheiros.
Floresta e os Corais da Amazônia são o tema da nova exposição da artista plástica Cristina Jobim"Amazônia", dividida em salas compostas por obras de diversos tamanhos, em acrílico sobre tela, proporcionando aos visitantes uma inédita viagem sensorial, com sons, cheiros e uma explosão de cores e luzes, que saem das telas e ganham vida, encantando visualmente, provocando emoções diversas e a certeza de que proteger esse bioma é fundamental para o futuro.

Com curadoria de Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez, da Tartaglia Arte, "Amazônia" pode ser visitada até o dia 06 de fevereiro, no Centro Cultural Correios RJ.

O espaço expositivo  'Floresta Amazônica'  traz  telas de grandes e médios tamanhos e, no espaço expositivo 'Corais da Amazônia', uma parede sobre os corais, com 36 obras de pequenas dimensões , atuando isolada e simultaneamente, de modo a despertar a essencialidade de cada elemento que compõem o universo do bioma amazônico e a contribuição individual de cada um deles para a existência do todo.

A obra de Cristina Jobim não mostra a influência de outros artistas, porque sua arte e técnica são frutos de pesquisas e experimentações próprias, resultado de sua inquietude em relação às cores e comportamento das mesmas em superfícies e densidades diferentes.

Em "Amazônia", há uma forma de protesto, porque a Arte reflete a vida. "Penso que neste momento em que vivemos, todos temos que destacar a importância da Amazônia, trazendo seus elementos para a luz, para a ótica crítica do espectador, resgatando o que a humanidade tem de mais precioso, que é a vida", afirma Jobim.

Sobre Cristina Jobim

Cristina Jobim nasceu em Salvador, vive no Rio de Janeiro há 25 anos e atua no segmento de Tecnologia da Informação. Começou a pintar aos seis anos de idade. Já pintou cerâmica, bandejas de madeira, utilitários, peças de decoração, que  compõem seu acervo pessoal e o de amigos. Tem no bairro de Copacabana, a praia, o mar, o sol e as flores, a natureza como inspiração. Procura a poesia das cores, as formas que dão o primeiro insight para a criação de uma obra.
 
Possui obras em 4 países:  Alemanha, Brasil, Itália e Portugal, e alguns prêmios acumulados em sua carreira artística. Atualmente tem a Amazônia brasileira como inspiração principal e forma de conscientização.

A técnica de Cristina Jobim

Acrílico sobre tela, bem difundida, uma opção clássica. Em busca de encontrar harmonia, de despistar as sombras, de iluminar os caminhos do olhar abstrato se vê a força da arte presente nos quadros. As composições de cor conversam, convivendo sem roubar a cena.

É como num jogo de encantamento, que provoca movimento no quadro, fazendo com que seu observador seja livremente conduzido. A ideia é de que se considere que o mesmo quadro leve a caminhos diferentes, interagindo com o estado de espírito de seu observador. Um padrão de início sem destino previsto, sequer conhecido.


Sobre a Tartaglia Arte



A Tartaglia Arte foi fundada em 1950 como um estúdio de pintura pelo artista Piero Tartaglia, então conhecido como Piery. Após alguns anos, criou um ponto de referência e encontro cultural com outros artistas e jovens talentos onde, sob a orientação do Mestre, desenvolveram seu estilo pessoal. A paixão avassaladora de Tartaglia  pela expressão pictórica com explosões de cor pura e contrastes violentos que tornam a tela viva, deu vida à Escola do Disgregacionismo.  Posteriormente fundou as Galerias, para exposição permanente de seus trabalhos e os de seus alunos, e que hoje são dirigidas pelo filho Riccardo.

O amor pela arte e uma visão cultural ampla são as peculiaridades deste grande artista, e representam sua herança moral e espiritual. Herança que continua sendo representada por Riccardo Tartaglia, que trabalha com a mesma seriedade e tenacidade na propagação da arte, através de exposições e eventos internacionais. Mas tudo com a assinatura de Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez (Membro da Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro e Embaixatriz Cultural com Honoris Causa, pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina - Honra da Arte de Florianópolis), o que confere um atestado de credibilidade e sensibilidade criativa.

 

👉LINK TOUR VIRTUAL https://tartagliaarte.org/virtual-tour-3d/

Serviço

Exposição: "AMAZÔNIA"
Artista: CRISTINA JOBIM
Instagram: @cristinajobim.art
Curadoria: Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez - Tartaglia Arte
Instagram: @reginanobreztartaglia @tartagliaarte
Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, RJ)
Abertura: 16 de dezembro de 2021 às 17h
Visitação: 17 de dezembro de 2021 a 06 de fevereiro de 2022
Dias e horários: terça a sábado, das 12h às 19h
Censura Livre
Acesso Gratuito
Acessibilidade: Sim
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem @_paula_r_soares
Representação comercial: Tartaglia Arte (21) 96588-2653
Concebido e organizado por Tartaglia Arte - www.tartagliaarte.org
Apoio: Centro Cultural Correios - RJ /  Ministério das Comunicações - Governo Federal

Uso de máscaras e comprovante de vacinação são obrigatórios

 

 

Post a Comment

Sejam bem-vindos à Cellebriway.
A sua Revista Eletrônica

Postagem Anterior Próxima Postagem